Praia de Iracema de Humberto Teixeira

Humberto Teixeira

Curiosidades do Mundo da Música

No final da década de 1940 e início de 1950, o mar açoitou com muita força as praias de Fortaleza, talvez pela expulsão do mar do Mucuripe, onde foi construído o porto da cidade, e a Praia de Iracema perdeu dezenas de casas e foi necessária a colocação de pedras em toda a sua extensão para que o mar não continuasse a avançar. Continue lendo “Praia de Iracema de Humberto Teixeira”

Raul Seixas: 7 Curiosidades de uma Metamorfose Ambulante

Raul Seixas

Curiosidades do Mundo da Música

(por Mariane Mirandola)
Uma metamorfose ambulante. Raul Seixas viveu sua vida com o amargo da língua, teve a parte a cegueira da visão, chegou a ser ter uma velha e chata opinião sobre alguns assunto, mas logo voltou a viver a sua metamorfose à favor do mundo. Entre a Sociedade Alternativa, o Sábio Chinês que não sabia se era uma borboleta voando nos campos, chegou a ser comparado à tal Mosca na Sopa, mas o que poucos mesmo sabiam que ele um homem sonhador, que muito lutou pelo amor (sim, ele chegou a prestar vestibular de Direito para agradar sua primeira esposa), pela vida e pela sua arte.

Continue lendo “Raul Seixas: 7 Curiosidades de uma Metamorfose Ambulante”

Calendário no seu Site

Calendário

Curso de JavaScript e jQuery

Dependendo do objetivo do seu site, de repente, é interessante você colocar um calendário em um local importante.
Parece difícil, mas não é, e você só precisa entender um pouquinho de HTML para identificar o local onde vai chamar a função para imprimir o calendário.
Basta abrir o código, marcá-lo e copiar (Ctrl+C), abrir o fonte do seu site (HTML) e colar (Ctrl+V) no local onde quer mostrar o calendário. Continue lendo “Calendário no seu Site”

Por Causa de Você – Dolores Duran e Tom Jobim

Dolores Duran

Curiosidades do Mundo da Música

Não se sabe (pelo menos eu não sei) se quem batizou essa obra prima, foi Tom Jobim (melodia) ou Dolores Duran (letra). Só sei que a história da forma da parceria é totalmente antagônica à perfeição tanto da melodia, quanto da letra. Chega a ser engraçado, visto que, antes de ter uma letra qual era mesmo o título da música?

Veja! Continue lendo “Por Causa de Você – Dolores Duran e Tom Jobim”

Músicas que contam histórias tristes

Tim Maia

Curiosidades do Mundo da Música

Sempre que acontece de eu me deparar com um violão na mesa do happy hour, a música é, praticamente, o tema principal, senão o singular do dia.

Porém, diferente de outras pessoas que curtem um violão e uma boa música, eu costumo, dependendo da próxima música, contar alguma história ou estória relacionada à letra. Muitas são consideradas lendas e outras foram contadas pelo próprio autor, parceiro ou por algum familiar que ao ouvir a música imediatamente a relacionou a um caso familiar relacionada ao compositor. Continue lendo “Músicas que contam histórias tristes”

Estrada de santana – Fagner – Disco Noturno

Fagner

Curso de Violão e Guitarra:

Estrada de Santana
Introdução: C#m G#m A C#m F# B7 Cº
C#m                        B7                   E
Quem ouviu o passarinho cantar?
              G#m              C#m              C#7
Ao meio dia no silêncio de um lugar
   F#m            B7            Cº           C#m
Sozinho e sozinho esperou
           C#m/B     A7
Que a noite trouxesse
                                    G#m
A esperança de um sonho
              F#m           G#7
E a companhia do luar
Continue lendo “Estrada de santana – Fagner – Disco Noturno”

Tudo Outra Vez – Belchior por Ernesto Magalhães

Belchior




Curso de Violão e Guitarra:

Tudo Outra Vez (Belchior)

A letra está cifrada em Fá Maior (F), mas fiz o vídeo acompanhando em Dó Maior (C).
Portanto, quem quiser a cifra em Dó Maior, basta solicitar que eu envio. 

Intro: (F C) Dm Am7 Bb Gm7 C7

    F                          C           Dm7
Há tempo muito tempo que eu estou longe de casa
         Dm7/C            Bb      
E nessas ilhas cheias de distância
                  C            F C7
O meu blusão de couro se estragou Continue lendo “Tudo Outra Vez – Belchior por Ernesto Magalhães”